domingo, 6 de janeiro de 2008

Abraço mudo

O teu colo quente e úmido. As mãos que adivinham e se encontram. um bailar dos corpos ao som da tua e da minha respiração... o momento da espera. e o ficar quietos, calados, juntos em um abraço quese infinito... mudo.

2 comentários:

Amaral disse...

Já cresceste no teu abraço, no teu bailar, no silêncio do desejo...
Quando duas mãos se encontram, distribuem e repartem a energia que é emoção e sentimento.
O teu colo quente é som que partilha!...

Caloã Novellino disse...

Descrição de um orgasmo, perfeito Lucy.

É muito muito bom quando acontece desta forma.

Bjins.