domingo, 18 de novembro de 2007

Sentidos

Um leve toque dos dedos. Um arrepio percorria. Pelos eriçados... frio! Lingua macia e quente...calor abundante! A fêmea se contorcia em alternâncias.Seria uma nova terapia?Parecia que o foco era entre as suas coxas.Aquele gel escorria...não só em seu volume, mas em toda a profundidade do corte.E ele presunçoso, e com uma certa ponta de inveja, se tocava magistralmente com os sentidos aflorados da fêmea dengosa... ele era um gentleman.

Um comentário:

Caleydoscope Eyes disse...

Hummmm hein!
Texto gostoso e coma foto melhor ainda!!!!