sábado, 2 de fevereiro de 2008

CHUVA

As vezes quando começa a chover eu saio pra rua. Eu sempre gostei de chuva brilhando na escuridão .De sentir o frio da noite nas costas e correr sem destino .Sentir as luzes pingando molhado minha testa. Saber que posso chorar sem precisar secar os olhos . Eu sempre fui uma pessoa que contava relâmpago. Essa vida em filme de sessão da tarde me assombra. Por isso eu sempre tentei assumir outras vidas. Causar medo, estranhamento e até mórbida atração. Sempre procurei andar em ruas desconhecidas buscando olhares de primeira vez. Ah.... adoro os olhares de primeira vez... e sinto falta.

3 comentários:

Caloã Novellino disse...

Lucy, dor de cotovelo?
www.valedoseulixo.com

Ricardo Rayol disse...

o primeiro olhar sempre nos diz como serão os próximos, com toda a certeza.

eu gosto de chuvas, mas não conto raios, nem conto gotas.

Rui Carlo disse...

Também gosto da chuva, adoro mulher com cabelo molhado e azer amor na chuva, na água... sinto mita falta de coisas que vivi na adolescencia e nao tenho mais, porque eram coisas inocentes... se bem que às vezes em meus 42 anos acho que sou mais inocente que esse pessoasl de 16 a 30...